terça-feira, 27 de fevereiro de 2007


SINAIS


Seus dias são marcas no caminho evolutivo...
Sua conversação dirá das diretrizes que você escolheu na vida. Suas decisões. nas horas graves, identificam a posição real de seu espírito. Seus gestos, na luta comum, falam de seu clima interior. Seus impulsos definem a zona mental em que você prefere movimentar-se. Seus pensamentos revelam suas companhias espirituais. Suas leituras definem os seus sentimentos. Seu trato pessoal com os outros esclarece até que ponto você tem progredido. Suas solicitações lançam luz sobre os seus objetivos. Suas opiniões revelam o verdadeiro lugar que você ocupa no mundo. Seus dias são marcas no caminho evolutivo. Não se esqueça de que compactas assembléias de companheiros encarnados e desencarnados conhecem-lhe a personalidade e seguem-lhe a trajetória pelos sinais que você está fazendo.

(Agenda Cristã, 32, FEB)

ANDRÉ LUIZ

BRILHE VOSSA LUZ


"Corre, incessantemente, o caudaloso rio da vida...Iniciam-se viagens longas, embarca-se e desembarca-se, entre esperanças renovadas e prantos de despedida.Viajores partem, viajores tornam.Como é difícil atingir o porto da renovação!Quase sempre, a imprevidência e a inquietude precipitam-se nas profundezas sombrias!...Para vencer a jornada laboriosa, é preciso aprender com Alguém que foi o Caminho, a Verdade e a Vida.Ele não era conquistador e fundou o maior de todos os domínios, não era geógrafo e descortinou os sublimes continentes da imortalidade, não era legislador e iluminou os códigos do mundo, não era filósofo e resolveu os enigmas da alma, não era juiz e ensinou a justiça com misericórdia, não era teólogo e revelou a fé viva, não era diplomata e trouxe a fórmula da paz, não era médico e limpou leprosos, restaurou a visão dos cegos e levantou paralíticos do corpo e do espírito, não era cirurgião e extirpou a chaga da animalidade primitiva, não era sociólogo e estabeleceu a solidariedade humana, não era cientista e foi o sábio dos sábios, não era escritor e deixou ao Planeta o maior dos livros, não era advogado e defendeu a causa da Humanidade inteira, não era engenheiro e traçou caminhos imperecíveis, não era economista e ensinou a distribuição dos bens da vida a cada um por suas obras, não era guerreiro e continua conquistando as almas há vinte séculos, não era químico e transformou a lama das paixões em ouro da espiritualidade superior, não era físico e edificou o equilíbrio na Terra, não era astrônomo e desvendou os mundos novos da imensidade, enriquecendo de luz o porvir humano, não era escultor e modelou corações, convertendo-os em poemas vivos de bondade e esperança...Ele foi o Mestre, o Salvador, o Companheiro, o Amigo Certo, humilde na manjedoura, devotado no amor aos infelizes, sublime em todas as lições, forte, otimista e fiel ao Supremo Senhor até a cruz.Bem aventurados os seus discípulos sinceros, que se transformam em servidores do mundo por amor ao seu amor!Valiosa é a experiência do homem, bela é a ciência da Terra, nobre é a filosofia religiosa que ilumina os conhecimentos terrestres, admirável é a indústria das nações, vigorosa é a inteligência das criaturas, maravilhosos são os sistemas políticos dos povos mais cultos, entretanto, sem Cristo, a grandeza humana pode não passar de relâmpago, dentro da noite espessa."Brilhe a vossa luz", disse o Mestre Inesquecível.Acenda cada aprendiz do Evangelho a lâmpada do coração.Não importa seja essa lâmpada pequenina.A humilde chama da vela distante é irmã da claridade radiosa da estrela.É indispensável, porém, que toda a luz do Senhor permaneça brilhando em nossa jornada sobre abismos, até a vitória final no porto da grande libertação."


(Apostilas da Vida, 1, IDE)

ANDRÉ LUIZ

REVELE-SE
.
Nas lutas habituais, não exija a educação do companheiro. Demonstre a sua.
.
Nas tarefas do bem, não aguarde colaboração. Colabore, por sua vez, antes de tudo.
.
Nos trabalhos comuns, não clame pelo esforço alheio. Mostre sua boa vontade.
.
Nos serviços de compreensão, não peça para que seu vizinho suba até você. Aprenda a descer até ele e ajude-o.
.
No desempenho dos deveres cristãos, não aguarde recursos externos para cumpri-los. O melhor patrimônio que você pode dar às boas obras é o seu próprio coração.
.
No trato vulgar da vida, não espere que seu irmão revele qualidades excelentes. Expresse os dons elevados que você já possui.
.
Em toda criatura terrestre, há luz e sombra. Destaque sua nobreza para que a nobreza do próximo venha ao seu encontro.
.
André LuizFrancisco Cândido Xavier

LIÇÃO DE VIDA
.
Um dia você errou. Errou muitas vezes. Errará muitas ainda. Procure suportar com caridade os erros dos que o cercam, da mesma forma como quereria que suportassem os seus.
.
Você se revolta quando não o compreendem. Porque, então, não se esforça por compreender as faltas alheias?
.
Saiba que tudo o que fazemos contra os nossos semelhantes, quase que como força de retroação magnética, volta-se contra nós. O mal tem poder de se vingar. Às vezes em forma de violenta reação.
.
Tolere os erros alheios com aquela caridade capaz até de os corrigir.
.
SEGUIR EM FRENTE
.
Olhe sempre a vida que Deus lhe deu como uma oportunidade de praticar o bem, de ajudar a seu próximo.
.
Não pare em meio ao caminho olhando para trás, como a medir o que já fez ou deixou de fazer.
.
Enquanto estiver preso ao seu passado, bom ou mau, estará deixando de praticar o bem.
.
Dê a mão a quem delas precise. Uma palavra de amor e de consolo será sempre bem recebida, como bênção que vem do Alto. Um sorriso derramado com bondade cura muitos males e alivia muitas dores.
.
Vá pela vida a espalhar esperança e muita alegria. A recompensa virá depois.
.
"Comece o Dia Feliz" - J. S. Nobre

AS DUAS FACES DA MOEDA


Você sabe quem é esse senhor capaz de provocar tantas alterações navida de algumas pessoas que com ele tomam contato mais estreito ?

Pois bem, vamos dar algumas dicas.

Ele é capaz de mudar completamente a filosofia de vida de alguém.

Faz com que um homem inverta totalmente sua postura perante asdemais pessoas. Quando ele chega, para alguns, muda-lhes a maneira de ser, de sen-tir, de pensar.

Há pessoas que, quando o recebem, se tornam arrogantes, prepoten-tes, despóticas.

Há, ainda, aqueles que se tornam, de bom grado, seus escravos. Nou-tros ele altera radicalmente o senso de justiça.

Pessoas simples, aparentemente humildes, tornam-se soberbas e or-gulhosas, ao seu contato.

Esse senhor é realmente muito poderoso.

Consegue, mesmo, fazer com que o mundo gire em torno dele.

Guerras cruéis, disputas sangrentas, infanticídios, homicídios de todaordem são cometidos em sua honra.

Filhos se voltam contra pais, pais contra filhos, irmão contra irmão,por causa dele.

Ele é capaz de triturar os mais sagrados laços de amizade e de solida-riedade.

Em cada país veste-se com roupagem diferente e atende sob diversasdenominações, mas em todo lugar tem seus adoradores.

Você já deve ter concluído: mas então esse senhor é muito mau e de-ve ser banido da face da terra.

Não, ele não é mau e nem deve ser banido da face da terra.

Ele apenas deverá servir ao fim a que se destina: meio de progresso.

Aqueles que entendem o seu verdadeiro objetivo, o utilizam parapromover a paz, a cultura, o bem-estar social.

Nas mãos de pessoas nobres, ele tem gerado empregos, permitidopesquisas científicas importantes, impulsionado a tecnologia, fomentado a e-ducação e a saúde de muita gente. E agora, você já sabe quem é esse inquietante senhor ?

Sim, é isso mesmo. É o dinheiro.

O dinheiro, por si só, é neutro. O que faz a diferença, é o valor quecada um de nós lhe atribui.

Sem dúvida, é um valioso recurso que Deus deposita nas mãos do ho-mem para servir de alavanca ao progresso da humanidade. E não há nada deerrado possuí-lo em abundância.

O que ocorre é que, às vezes, o colocamos acima do verdadeiro te-souro do criador, que é o ser humano.

Salvo as honrosas exceções, o homem, que deveria ser o senhor, a elese submete totalmente, tornando-se escravo por opção.

Dispõe-se a servi-lo a qualquer custo. E muitas vezes esse custo é ahonra, a dignidade, a fidelidade, a sensatez e até a própria vida.

O homem verdadeiramente sábio faz dos recursos financeiros um meiode progresso para si mesmo e para todos aqueles que Deus lhe coloca sob aresponsabilidade.

Já o homem medíocre faz-se mesquinho e arrogante, negando atémesmo a existência de Deus e elegendo o dinheiro como o todo poderoso, aoqual reverencia.

Assim, o dinheiro é, sem contestação, um excelente recurso, mas, co-mo toda moeda, tem duas faces.

Uma é a face que permite a conquista do passaporte para a liberdade,a outra serve para adquirir cadeias de sofrimentos para muitos séculos.

Como usar esse recurso, é apenas uma questão de escolha.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007


VENCERÁS


Não desanimes.

Persiste mais um tanto.

Não cultive pessimismo.

Esquece as sugestões do medo destrutivo.

Segue adiante, mesmo varando a sombra dos próprios erros.

Avança ainda que seja por entre lágrimas.

Trabalha constantemente.

Edifica sempre.

Não consintas que o gelo do desencanto te entorpeça o coração.

Não te impressione a dificuldade.

Convence-te de que a vitória espiritual é construção para dia-a-dia.

Não desista da paciência.

Não creias em realização sem esforço.

Silêncio para a injúria.

Olvido para o mal.

Perdão às ofensas.

Recorda que os agressores são doentes.

Não permitas que os irmãos desequilibrados te destruam o trabalho ou te apaguem a esperança.

Não menosprezes o dever que a consciência te impõe.

Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura o rumo certo.

Não contes vantagens, nem fracassos.

Estuda buscando aprender.

Não te voltes contra ninguém.

Não dramatize provocações ou problemas.

Conserva o hábito da oração para que se te faça luz na vida íntima.

Resguarda-te em Deus, persevera no trabalho que Deus te confiou.

Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar.

Age auxiliando.

Serve sem apego

E assim vencerás.

Emmanuel (médium: Francisco Cândido

O ESTRANHO CANSAÇO


Quando você estiver pensando:

nas hostilidades do mundo...

nas aflições capazes de surgir...

nos erros das pessoas queridas...

na desorientação de algum parente...

nos críticos que lhe observam a estrada...

na angústia que lhe ensombra o coração...

no desprezo de que se crê vítima...

nas ingratidões que supõe haver sofrido...

na deserção de algum ente amado...

nos seus próprios desejos desatendidos...

Não se admita em doença grave, nem julgue que você esteja querendo socorrer o mundo ou melhorá-lo.

Com semelhantes problemas você apenas demonstra que se cansou de estar unicamente em si mesmo, na concha do "eu", em que se isola.

Quando isso estiver acontecendo consigo, você tão-somente sofre de cansaço emocional e, para curar-se, basta uma indicação:

- Busque esquecer-se, fuja de si mesmo, reflita nos problemas dos companheiros em dificuldades maiores que as nossas e procuremos trabalhar.


André Luiz
extraído do livro "Respostas da Vida" - Francisco C.Xavier

DEPRESSÕES


Se trazes o espírito agoniado por sensações depressivas, concede ligeira pausa a ti mesmo, no capítulo das próprias aflições, a fim de raciocinar.

Se alguém te ofendeu, desculpa.

Se feriste alguém, reconsidera a própria atitude .

Contratempos do mundo estarão constantemente no mundo, onde estiveres.

Parentes difíceis repontam de todo núcleo familiar.

Trabalho é a lei do Universo.

Disciplina é alicerce da educação.

Circunstâncias constrangedoras assemelham-se a nuvens que aparecem no firmamento de qualquer clima.

Imcompreensões com relação a caminho e decisões que se adotem são empeços e desafios, na experiência de quantos desejem equilíbrio e trabalho.

Agradar a todos, ao mesmo tempo, é realização imposível.

Separações e renovações representam imperativos inevitáveis do progresso espiritual.

Mudanças equivalem a tratamento da alma, para os ajustes e reajustes necessários à vida. Conflitos íntimos marcam toda criatura que aspire a elevar-se.

Fracassos de hoje são lições para os acertos de amanhã.

Problemas enxameiam a existência de todos aqueles que não se acomodam com estagnaçãoCompreendendo a realidade de toda a pessoa que anseie por felicidade e paz, aperfeiçoamento e renovação, toda vez que sugestões de desânimo nos visitem a alma, retifiquemos em nós o que deva ser corrigido e, abraçando o trabalho que a vida nos deu a realizar, prossigamos à frente.


Emmanuel

domingo, 25 de fevereiro de 2007


MAIS E MENOS


DÁ SEMPRE do que tenhas, ainda que seja pouco, de vez que muito pior
que dar pouco é deteriorar o que se tem nas garras da sovinice.
Serve sempre, ainda que seja pouco, porquanto, muito pior que servir
pouco é não ter utilidade para ninguém.
Trabalha sempre, ainda que seja pouco, de vez que muito pior que
trabalhar pouco é afundar-se a pessoa no poço da inércia.
Auxilia sempre para o bem de todos, ainda que seja pouco, porquanto
muito pior que auxiliar pouco, é não auxiliar em favor de alguém, de
modo algum.
Espera o melhor sempre, ainda que seja pouco, de vez que muito pior
que esperar pouco é naufragar nas sombras do pessimismo.
Estuda sempre, ainda que seja pouco, porquanto muito pior que
estudar pouco é acomodar-se a criatura nas trevas da ignorância.
Pratica a humildade sempre, ainda que seja pouco, de vez que muito
pior que pouca humildade é petrificar-se alguém na frieza do orgulho.
Exercita a paciência sempre, ainda que seja pouco, porquanto muito
pior que pouca paciência é residir a pessoa no espinheiro da irritaçào.
De tudo o que seja bom e útil, belo e nobre, é conveniente realizar
sempre mais, porque, quanto mais fizermos nas áreas do bem, mais
amplamente receberemos os bens da vida. Entretanto, se não pudermos
realizar o máximo, atendamos pelo menos ao mínimo do que possamos
fazer, de vez que todo o muito depende do pouco a fim de começar.

Mensagem Retirada do livro "Inspiração"
Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

NA HORA DA IRRITAÇÃO


Na hora da irritação que te ocorra:
não grites;
não escrevas;
não prometas;
não te ausentes;
não compres;
não vendas;
não te agites;
não opines;
não gracejes;
e não reclames.
...
Recolhe-te ao silêncio por alguns minutos, e entrega-te
à oração, rogando o auxílio da Providência Divina.
Sentirás, então, que a crise te haverá deixado e
retomarás a normalidade da própria vida, para reger com
segurança as próprias decisões.

EMMANUEL
(Mensagem recebida pelo Médium Francisco Cândido Xavier)

CARMA DE SOLIDÃO


Caminhas, na Terra, experimentando carencia afetiva e
aflicao, que acreditas nao ter como superar.
Sorris, e tens a impressao de que e´ um esgar que te
sulca a face.
Anelas por afetos e constatas que a ninguem inspira
amor, atormentando-te, nao, poucas vezes, e resvalando
na melancolia injustificavel.
Planejas a felicidade e lutas por consegui-la, todavia,
descobres-te a sos, carpindo rude angustia interior.
Gostarias de um lar em festa, abencoado por filhos
ditosos e um amor dedicado que te coroassem a
existencia com os louros da felicidade.
Sofres e considera-te desditoso.
Ignoras, no entanto, o que se passa com os outros,
aqueles que se te apresentam felizes, que desfilam nos
carros do aparente triunfo, sorridentes e engalanados.
Tambem eles esperimentam necessidades urgentes,
em outras areas, nao menos afligentes que as tuas.
Se os pudesses auscultar, perceberias como te
invejam alguns daqueles cuja felicidade cobicas...
A vida, na Terra, e´feita de muitos paradoxos. E isto
se da em razao de ser um planeta de provacoes, de
experiencias reeducativas, de expiacoes redentoras.
Assim, nao desfalecas, porquanto e´o teu carma de
solidao.
Faze, desse modo, uma pausa, nas tuas consideracoes
pessimistas e muda de atitude mental, reintegrando-te
na acao do Bem.
O que ora te falta, malbarataste.
Perdeste, porque descuraste enquanto possuias, o de
que agora tens necessidade.
A invigilancia levou-te ao abuso, e delinquiste contra o
amor.
A tua consciencia espiritual sabe que necessitas de
expungir e de reparar, o que te leva, nas vezes em que
o jubilo te visita, a retornar `a tristeza, rememorar
sofrimentos, fugindo para a tua solidao...
Alem disso, e´muito provavel que, aqueles a quem
magoaste, nao se havendo recuperado, busquem-te,
psiquicamente, assim te afligindo.
Reage com otimismo `a situacao e enriquece-te de
propositos superiores, que deves por em execucao.
Ama, sem aguardar resposta.
Serve, sem pensar em recompensa.
O que ora facas no Bem , atenuara´, liberara´ o que
realizaste equivocadamente e, assim, reencontrar-te-as
com o amor, em nome dAquele que permanece ate
agora entre nos como sendo o Amor nao Amado, porem,
amoroso de sempre.

[JOANNA DE ANGELIS]
[Divaldo P.Franco]

COM LEALDADE FRATERNA


Meu amigo: alega você a impossibilidade de aceitar-nos a
sobrevivência,por não atestarem seus olhos a nossa presença
espiritual. E acentua que não pode copiar Santo Agostinho na
repentina modificação. É provavel que você, no intimo, se julgue
superior ao discípulo Santo Ambrosio, mas pode crer que a sua
duvida é leviana e infantil.
Sua declaração menciona filósofos e cientistas, salientando os
ateus com frases louvaminheiras.
A rigor, não deveríamos perder tempo com as suas indagações;
entretanto, por despertarem pensamentos graves, cumpre-nos
registra-las e a elas responder.
É que você vive, em grande percentagem, daquilo que
permanece invisível aos olhos mortais.
O cacto espinhoso, a florir num deserto, jamais saberia
responder por que miraculosos recursos consegue sustentar-se
no chão ressequido. Assim também você, na trama escura da
negação, não explicará por que razoes exibe a flor preciosa da
inteligência.
Sua cabeça abriga raciocínios e hipóteses, com recheio de
sarcasmo evidente, para concluir que a civilização é um castelo
de cartas a precipitar-se, indefinidamente, no despenhadeiro da
sepultura.
Seus olhos, porem, permanecem fixos no "prato de lentilhas".
Seu problema é puro imediatismo. Nada mais.
Falta-lhe alicerce para as reflexões.
A sua capacidade de verificação, no campo fenomenico a que
se ajusta, começa no enigma do nascimento. A historia de seu
corpo transcende as anotações da ficha genealógica. Você não
sabe, por agora, como ingressou no santuário das formas
terrestres e, se um biologista lhe fala dos cromossomos,
elucidando questões de embriologia, naturalmente acreditará
ouvir mentiroso romance com presunção cientifica. Se você não
viu a formação dos elementos microscópicos, como admitirá
elucidações dos compêndios que cogitam do assunto?
À noite de cada dia, no retorno ao lar, seus ouvidos solicitam do
aparelho radiofônico o noticiário das capitais estrangeiras e
recebem informações positivas de Roma e Washington. No
entanto, você não enxerga os fios através dos quais chegam
as mensagens que reclama.
Seus órgãos absorvem do ar a maior parte da alimentação de
que se mantém. Todavia você nada percebe.
A enfermidade lhe corrói as vísceras e que o obriga a
empenhar-se nas casas bancarias, procede, na maioria das
vezes, do ataque das feras microscópicas que se multiplicam
ao influxo mórbido de sua mente. Entretanto, não lhe é possível
identificar o inimigo de sua tranqüilidade pessoal e domestica,
em cuja existência é constrangido a acreditar.
Seus olhos, alias, não chegam nem mesmo a contemplar os
movimentos peristalticos dos intestinos, em operações comuns
da realidade humana, sem os quais toda a sua missão terrena
estaria ameaçada.
Por fim, meu caro, você, que nos deseja palpáveis `as mãos,
será visível, em suas intenções e pensamentos, `aqueles que
o cercam? Afianço-lhe que seus parentes e amigos não lhe
conhecem dez por cem da legitima personalidade.
Em se tratando de nos, porem, sua exigência é impecável.
A argumentação que apresenta não lhe justifica a negação.
Procure outros recursos para consultar a verdade.
Em meu curso primário, conheci um menino irrequieto,
colega leviano e inconstante, que consumia inutilmente
longas horas da professora, levantando duvidas quanto à
existência da Terra do Fogo, porque nunca lhe vira os
contornos e não acreditava os apontamentos da Geografia.
Não podemos, no entanto, considerar a sua inteligência no
rudimentarismo da infância. Você lê algumas línguas diversas
entre si e compreende-as com elevado índice de cultura
intelectual, cita Haeckel, Schopenhauer e Le Bon. Ora,
sabemos todos que a razão, em pesquisa, não se acomoda `a
redoma do berço.
Procure, pois, o seu clima real.
Estude e medite.
Não se recolha exclusivamente `as pupilas que o sepulcro
apagará mais tarde. Auxilie a própria reflexão. O ato de ver é
mais extenso: não se circunscreve ao corpo efêmero. É
função do espirito imperecível. E examine o problema da morte
com mais amplitude. Prepare a bagagem, porque fará
igualmente a travessia que já fiz.
Se você é sincero, não perca a oportunidade de melhorar os
conhecimentos acerca da vida nova que o espera. Não se
esqueça, meu amigo, de que, apesar do esforço de todos os
Voronoffs do mundo e não obstante a milagrosa penicilina do
nosso estimado Professor Fleming, o livro de ponto dos
cemitérios continua assinado regularmente...

IRMÃO X
(Psicográfia de Francisco Cândido Xavier)

sábado, 24 de fevereiro de 2007



BARREIRAS


Que há sofrimentos, em toda parte do mundo, não há negar.
Reflitamos, porém, nos sofrimentos criados por nós mesmos.
Aquele da solidão em que nos ilhamos, através de falsos conceitos, é um deles.
E dos maiores.
Constrangedoras cercas mentais em que nos gradeamos, desertando da vida comum.
Barreiras as mais diferentes.

*
Há os que se admitem demasiadamente envelhecidos na experiência física e se emparedam contra toda a espécie de renovação, como se a madureza não fosse o período áureo da reflexão, com as alegrias conscientizadas da vida.
Há os que vararam acidentes afetivos e entram em pessimismo sistemático, como se o amor - divina herança do Criador para todas as criaturas - devesse estar escravizado ao nível da incompreensão.
Há os que se declaram ludibriados pelo fracasso e se encasulam no desânimo, olvidando a construção da felicidade própria.
Há os que acreditam muito mais na doença que na saúde e se estiram em desalento, rendendo culto à suposta incapacidade.

*
Em todos os lugares, cercas de amarguras, desalento, tristeza, deserção...
Entretanto, a vida igualmente, em toda parte, oferece a todos os seus filhos uma senha de progresso: - trabalho e participação.

*
Se te dispões a aprender e servir, ninguém pode avaliar o tesouro das oportunidades de elevação que se te descerrará ao caminho.
Abençoa a disciplina que nos orienta o coração com diretrizes justas, mas não te prendas a limitações imaginárias que te separem da idéia de Deus e da grandeza da vida.
Quando te encontres em dúvida, quanto à libertação espiritual a que todos nos achamos destinados pelos princípios de evolução e aperfeiçoamento, olha para o Alto.
Toda a região que nomeamos por céu não é mais que uma saída gloriosa com milhões de portas abertas para a celeste ascensão.

Psicografia de Francisco Cândido Xavier. EMMANUEL


sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007



APARÊNCIAS


Não acuse o irmão que parece mais abastado. Talvez seja simples escravo de compromissos.
*
Não condene o companheiro guindado à autoridade. É provável seja ele mero devedor da multidão.
*
Não inveje aquele que administra, enquanto você obedece. Muitas vezes, é um torturado.
*
Não menospreze o colega conduzido a maior destaque. A responsabilidade que lhe pesa nos ombros pode ser um tormento incessante.
*
Não censure a mulher que se apresenta suntuosamente. O luxo, provavelmente, lhe constitui amarga provação.
*
Não critique as pessoas gentis que parecem insinceras, à primeira vista. Possivelmente, estarão evitando enormes crimes ou grandes desânimos.
*
Não se agaste com o amigo mal-humorado. Você não lhe conhece todas as dificuldades íntimas.
*
Não se aborreça com a pessoa de conversação ainda fútil. Você também era assim quando lhe faltava experiência.
*
Não murmure contra os jovens menos responsáveis. Ajude-os, quanto estiver ao seu alcance, recordando que você já foi leviano para muita gente.
*
Não seja intolerante em situação alguma. O relógio bate, incessante, e você será surpreendido por inúmeros problemas difíceis em seu caminho e no caminho daqueles que você ama.
* * *
Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Agenda Cristã.Ditado pelo Espírito André Luiz.

VOCÊ PODE
.
Você pode oferecer a gota de luz do sorriso fraterno ao irmão triste do caminho.
.
Você pode ofertar a flor da amizade ao doente em abandono.
.
Você pode doar um pedaço de pão ao irmão que esmorece de fome.
.
Você pode dar um minuto de atenção à pessoa que o procura.
.
Você pode estender a bênção da prece aos doentes e aflitos.
.
Você pode cooperar, positivamente, com a instituição espírita que lhe oferta sabedoria e amor.
.
Você pode mandar a roupa em desuso para a instituição de caridade e amparo aos velhinhos e obsediados.
.
Você pode exercer a tolerância para o amigo acometido pelo mal da irritação.
.
Você pode calar, onde todos blasfemam.
.
Você pode enriquecer seu tempo estudando a codificação kardecista.
.
Você pode ir aos hospitais e presídios para levar um pouco de esperança e fé.
.
Lembra-se, meu amigo, se você quiser pode ser, ainda hoje, um instrumento fiel de Jesus, que lhe pede, em silêncio, tão somente a migalha da sua boa bondade para que Ele, o Senhor, efetue a redenção do mundo.
.
"Escalada de Luz" - Jerônimo Mendonça

PARA AS PRÓXIMAS 24 HORAS
.
Só por hoje direi que estou de mal com a depressão e se ela der as caras aplicar-lhe-ei vinte bofetões de alegria.
.
Só por hoje darei alta aos analistas, psicólogos, psiquiatras, conselheiros, filósofos e proclamarei que se antes eu era porque era o que eu era, agora sou o que sou porque sou tão feliz quanto penso que sou.
.
Como pensou que sou feliz, logo sou.
.
Só por hoje direi que a vida é uma festa, acreditarei que a vida é uma festa e farei da festa a minha vida.
.
Só por hoje tomarei um porre.
.
Só por hoje admitirei que todo homem nasce feliz, passa a infância feliz, depois cresce e esconde a felicidade para que não a roubem, só que daí esquece onde a colocou.
.
Mas só por hoje lembrarei que estás na minha mente.
.
Só por hoje rirei à toa e contar-me-ei uma piada tão velha quanto a história daquele sujeito que olhava por cima do óculos para não gastar as lentes.
.
Só por hoje, revelarei ao mundo que sou feliz e chamarei de absurda toda opinião contrária.
.
Só por hoje acreditarei que ri melhor quem ri por si mesmo.
.
Já estou rindo.
.
Só por hoje informarei a todos que sou tão feliz quanto resolvi ser.
.
Só por hoje guardarei a serenidade no baú e deixarei que a criança interior brinque comigo o tempo todo.
.
Só por hoje estarei tão bem-humorado que rirei até daquele anúncio que diz:
.
"Vende-se uma mala por motivos de viagem."
.
Só por hoje admitirei que ser feliz é tão simples quanto dizer que sou feliz.
.
Só por hoje estarei tão feliz que não sentirei alta de sentir falta da felicidade.
.
Só por hoje expulsarei da minha casa a tristeza e hospedarei a alegria, o sorriso e o bom-humor.
.
Só por hoje abrigarei a felicidade sob o meu teto, visti-la-ei com roupas de bem-estar, dar-lhe-ei a comida do sorriso, a bebida da alegria e a divertirei com conversas agradáveis e positivas.
.
Só por hoje me divorciarei do passado, romperei o namoro indecoroso com os males do presente e casarei indissoluvelmente com a felicidade.
.
Só por hoje hastearei a bandeira do bom-humor sobre meu próprio território.
.
Só por hoje decidirei que sou definitivamente FELIZ.
.
Paulo Trevisam

FORÇA


Você nasceu com o espírito de luta.
Não paralise suas forças.
Ponha-se em ação.
Nem se detenha desnecessariamente.
Enfrente obstáculos.
Construa.
Eleve-se.
Você gostará dos frutos de sua atividade.
Sem agir, suas energias se estiolam.
Você se sente amargurado.
Desanimado.
Passa a descer da vida e de Deus.
Agindo sadiamente, você preserva a saúde.
Prolonga a vida.
Mantém a fisionomia jovem.
Sente-se em paz.
O Universo lhe responde de acordo com o que você faz.
Você começa a morrer desde o momento que pára de agir.
.
"Gotas de Esperança" - Lourival Lopes

VOCÊ E OS OUTROS
.
Amigo, atendamos ao apelo da fraternidade.
...
Abra a própria alma às manifestações generosas para com todos os seres, sem trancar-se na torre de falsas situações, a frente do mundo.
...
A pretexto de viver com dignidade, não caminhe indiferente ao passo dos outros.
...
Busque relacionar-se com as pessoas de todos os níveis sociais, erguendo amigos além das fronteiras do lar, da fé religiosa e da profissão.
...
Evite a circunspeção constante e a tristeza sistemática que geram a frieza e sufocam a simpatia.
...
Não menospreze a pessoa mal vestida nem a pessoa bem posta.
...
Não crie exceções na gentileza, para com o companheiro menos experiente ou menos educado, nem humilhe aquele que atenta contra a gramática.
...
Não deixe meses, sem visitar e falar aos irmãos menos favorecidos, como quem lhes ignora os sofrimentos.
...
Não condiciones as relações com os outros ao paletó e gravata, as unhas esmaltadas ou aos sapatos brilhantes, que possam mostrar.
...
Não se escravize a títulos convencionais nem amplie as exigências da sua posição em sociedade.
...
Dê atenção a quem lhe peça, sem criar empecilhos.
...
Trave conhecimento com os vizinhos, sem solenidade e sem propósito de superioridade.
...
Faça amizades desinteressadamente.
...
Aceite o favor espontâneo e preste serviço, também sem pensar em remuneração.
...
Ninguém pode fugir à convivência da Humanidade.
...
Saiba viver com todos, para que o orgulho não lhe solape o equilíbrio.
...
Quem se encostela na própria personalidade é assim como o poço de água parada, que envenena a si mesmo.
...
Seja comunicativo.
...
Sorria à criança.
...
Cumprimente o velhinho.
...
Converse com o doente.
...
Liberte o próprio coração, destruindo as barreiras de conhecimento e fé, título e tradição, vestimenta e classe social, existentes entre você e as criaturas e a felicidade, que você fizer para os outros, será luz da felicidade sempre maior, brilhando em seu caminho.
.
Emmanuel - "Apostilas da Vida"Psicografia de Francisco Cândido Xavier

TRABALHAR
.
Trabalho é a maior concessão de Deus no tempo, o grande renovador de tudo.
...
Não há névoa que lhe resista à luz, nem chaga que lhe escape ao consolo.
...
Com ele olvidamos nossos pesares, encontramos os pesares alheios que nos solicitam concurso fraterno.
É por ele que adquirimos o verdadeiro senso das proporções, de vez que nos ensina a sanar as dores maiores do que as nossas.
...
Pelo trabalho a experiência terrestre se transforma em cântico de alegria.
...
A ele devemos o berço que nos recolhe, o coração materno que nos afaga, a escola que nos instrui, o lar que nos acalenta e o caminho em que se nos desdobra a compreensão.
...
Serviço é riqueza e cultura, educação e aprimoramento.
...
Se entre os homens trabalhar é a honra da criatura, na vida do Espírito trabalhar significa elevação e progresso.
...
Temos, além da morte, a luta de mil faces diferentes, desafiando-nos a capacidade de auxiliar.
...
Entre a Terra e o Céu, há precipícios de angústia e vales de escuridão, nos quais a vaidade humana expia e chora... dores incontáveis surgem, depois do túmulo, onde a colheita do remorso encontra espinheiro de sombra e fel.
...
Só o trabalho é bastante forte para penetrar nos antros do sofrimento, iniciando a obra de redenção para os companheiros que desejam renovação.
...
Por isso mesmo, a ele nos cabe empenhar o coração com ardoroso fervor, a fim de aprendermos que servir aos outros é servir a nós próprios.
.
"Temas da Vida"Francisco Cândido Xavier

SER PAI OU SER MÃE
.
Ser pai ou mãe é uma grande responsabilidade.
.
Cada criatura traz o destino que organizou para si mesma em reencarnações passadas. No entanto, ela nunca deixará de assimilar os exemplos vividos no lar pelos pais.
.
A primeira escola e, pois o lar, e este, por sua vez é o resultado da conduta dos esposos que se devem esforçar pra fazê-lo agradável, honrado e rido de paz.
.
Abençoa o teu filho com as tuas palavras e conduta, fazendo-te amigo dele em todas as situações.
.
Os filhos, como todos nós, somos de Deus, e prestarás conta do empréstimo que te foi concedido para educar.
.
Joana de Ângelis

ESCULTORES DE ALMA


Péricles foi um célebre orador e estrategista que governou Atenas de 460-430 a.C., e ficou conhecido na história como a maior figura política daquela cidade. Estimulou as artes e a cultura, realizou grandes construções como o Partenon, templo pagão de insuperável perfeição arquitetônica e riqueza escultural de Atenas. Certa feita, promoveu uma grande festa em homenagem à beleza da cidade de Atenas, para a qual mandou convidar todos aqueles que de alguma forma haviam contribuído para que a cidade ficasse tão bela. Avisado que os convidados já estavam presentes, Péricles lançou seu olhar sobre os salões e notou escultores, pintores, arquitetos, políticos, mas não percebeu nenhum pedagogo. Chamou seus assistentes e lhes perguntou porque os pedagogos não estavam ali. E eles responderam: "porque não foram convidados, senhor. Afinal, não deram nenhuma contribuição para embelezar Atenas."Então Péricles ordenou: "vão convidá-los imediatamente para a festa, pois são eles que embelezam as almas dos atenienses."Interessante pensar no que isso significa. Importante refletir sobre o que significa ter o poder de esculpir nas almas daqueles que se dispõem ao aprendizado, à reflexão sobre os valores, as virtudes, o sentido da vida. E nesse contexto podemos dizer que os professores são escultores de almas, sim. Um dia um professor aposentado, alma sensível e dedicada, competente e estudioso, estava sendo entrevistado e lhe foi pedido para que falasse um pouco sobre sua maior produção literária, pois também é escritor, e ele falou com sabedoria: "minha maior produção são os meus alunos." De fato, quem tem acesso a um ser humano, numa sala de aula, predisposto a receber lições, poderá deixar uma grande e nobre produção. Trabalhar com as mentes e os corações é algo de valor inestimável. E como o professor também é um ser inacabado, a experiência numa sala de aula pode e deve ser uma grande oportunidade de ensinar aprendendo e aprender ensinando. No cômputo final, o resultado será uma grande experiência conjunta que faculta a ambas as partes momentos de embelezamento mútuo. Se você tem o elemento humano sob sua responsabilidade, lembre-se da importância dessa nobre tarefa e seja um artista dedicado a embelezar as almas dos seus educandos, pois é de almas belas e nobres que a humanidade precisa. Pense nisso! Você, que é professor, antes de iniciar a sua aula, olhe para os rostos que estão a sua frente e lembre-se de que são almas prontas a absorver suas lições. E não serão somente as instruções formais que irão captar, mas, acima de tudo, essas almas absorverão suas vibrações de amor, dedicação e entusiasmo com que se dirige a todos. Afinal, ensinar é uma arte que requer mais do que simplesmente transferir informações. É a sabedoria de criar possibilidades para que cada aluno se produza e se construa a si mesmo com os elementos de reflexão que recebe do seu mestre.

Momento Espírita

FLORES RARAS


Conta-se que havia uma jovem que tinha tudo, um marido maravilhoso, filhos perfeitos, um emprego que lhe rendia um bom salário e uma família unida. O problema é que ela não conseguia conciliar tudo. O trabalho e os afazeres lhe ocupavam quase todo tempo e ela estava sempre em débito em alguma área. Se o trabalho lhe consumia tempo demais, ela tirava dos filhos, se surgiam imprevistos, ela deixava de lado o marido... E assim, as pessoas que ela amava eram deixadas para depois até que um dia, seu pai, um homem muito sábio, lhe deu um presente: Uma flor muito rara, da qual só havia um exemplar em todo o mundo. O pai lhe entregou o vaso com a flor e lhe disse: filha, esta flor vai lhe ajudar muito mais do que você imagina! Você terá apenas que regá-la e podá-la de vez em quando, e, às vezes, conversar um pouquinho com ela. Se assim fizer, ela enfeitará sua casa e lhe dará em troca esse perfume maravilhoso. A jovem ficou muito emocionada, afinal a flor era de uma beleza sem igual. Mas o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo o seu tempo, e a sua vida, que continuava confusa, não lhe permitia cuidar da flor. Ela chegava em casa, e as flores ainda estavam lá, não mostravam sinal de fraqueza ou morte, apenas estavam lá, lindas, perfumadas. Então ela passava direto. Até que um dia, sem mais nem menos, a flor morreu. Ela chegou em casa e levou um susto! A planta, antes exuberante, estava completamente morta, suas raízes estavam ressecadas, suas flores murchas e as folhas amareladas. A jovem chorou muito, e contou ao pai o que havia acontecido. Seu pai então respondeu: eu já imaginava que isso aconteceria, e, infelizmente, não posso lhe dar outra flor, porque não existe outra igual a essa. Ela era única, assim como seus filhos, seu marido e sua família. Todos são bênçãos que o senhor lhe deu, mas você tem que aprender a regá-los, podá-los e dar atenção a eles, pois assim como a flor, os sentimentos também morrem. Você se acostumou a ver a flor sempre lá, sempre viçosa, sempre perfumada, e se esqueceu de cuidar dela. Por fim, o pai amoroso e sábio concluiu: Filha! Cuide das pessoas que você ama!

Momento Espírita



A GRANDE PERGUNTA


E por que me chamais Senhor,Senhor, e não fazeis o que eu digo?- Jesus. (LUCAS, 6:46)

Em lamentável indiferença, muitas pessoas esperam pela morte do corpo, a fim de ouvirem as sublimes palavras do Cristo.
Não se compreende, porém, o motivo de semelhante propósito. O Mestre permanece vivo em seu Evangelho de Amor e Luz.
É desnecessário aguardar ocasiões solenes para que lhe ouçamos os ensinamentos sublimes e claros.
Muitos aprendizes aproximam-se do trabalho santo, mas desejam revelações diretas. Teriam mais fé, asseguram displicentes, se ouvissem o Senhor, de modo pessoal, em suas manifestações divinas. Acreditam-se merecedores de dádivas celestes e acabam considerando que o serviço do Evangelho é grande em demasia para o esforço humano e põem-se à espera de milagres imprevistos, sem perceberem que a preguiça sutilmente se lhes mistura à vaidade, anulando-lhes as forças.
Tais companheiros não sabem ouvir o Mestre Divino em seu verbo imortal. Ignoram que o serviço deles é aquele a que foram chamados, por mais humildes lhes pareçam as atividades a que se ajustam.
Na qualidade de político ou de varredor, num palácio ou numa choupana, o homem da Terra pode fazer o que lhe ensinou Jesus.
É por isso que a oportuna pergunta do Senhor deveria gravar-se de maneira indelével em todos os templos, para que os discípulos, em lhe pronunciando o nome, nunca se esqueçam de atender, sinceramente, às recomendações do seu verbo sublime.


Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Caminho, Verdade e Vida.Ditado pelo Espírito Emmanuel.17a edição. Lição 47. Rio de Janeiro, RJ: FEB.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007



VALORIZE O QUE É SEU


Se alguém possui mais que você, alegre-se pela felicidade dele. Abra os olhos para as coisas que você possui e valorize-as de todo coração.
Por mais humildes que sejam seus pertences, estes terão imenso valor, se conseguidos com seu trabalho, esforço e amor.
Toda vez que um irmão obter sucesso na vida, parabenize-o e fique feliz por ele, empenhando-se ao máximo para obter o mesmo sucesso.
A inveja gera intrigas e desentendimentos. Livre-se disso.
Um dia, sua recompensa espiritual excederá o valor de todos os bens materiais.

Gabriel Phelipe Teixeira

O IDEAL DE CADA UM


“Cada qual de nós, seja de onde for, está sempre construindo a vida que deseja.

Existência é a soma de tudo o que fizemos de nós até hoje.

Toda melhoria que realizarmos em nós, é melhoria na estrada que somos chamados a percorrer.

Toda a idéia que você venha a aceitar influenciará seu espírito; escolha os pensamentos do bem para orientar-lhe o caminho e o bem transformará sua vida numa cachoeira de bênçãos.

Se você cometeu algum erro não se detenha para lamentar-se; racione sobre o assunto e retifique a falha havida porque somente assim, a existência lhe converterá o erro em lição.

Muito difícil viver bem se não aprendermos a conviver.

A vida por fora de nós é a imagem daquilo que somos por dentro.

Viver é a lei da natureza, mas a vida pessoal é a obra de cada um.

Toda vez que criticamos a experiência dos outros, estamos apontando em nós mesmos os pontos fracos que precisamos emendar em nossas próprias existências.

Seu ideal é o seu caminho, tanto quanto seu trabalho é você."

André Luiz

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.


NA HORA DO SILÊNCIO


Quando te encontrares em qualquer dificuldade emocional, recorda o silêncio como instrumento divino de construção e paz.
Confuso, ele te ajudará a encontrar soluções adequadas.
Indeciso, ele te ajudará a fortalecer a idéia de maior equilíbrio.
Desacreditado, ele te ajudará a reconhecer que o mais importante é acreditares em ti mesmo.
Perseguido, ele te ajudará a compreender os perseguidores.
Injuriado, ele te ajudará a continuar apesar dos espinhos.
Vencido, ele te ajudará no refazimento de tuas forças.
Revoltado, ele te ajudará a entender o valor da resignação no processo de auto-aperfeiçoamento.
Ressentido, ele te ajudará a lutar contra o melindre.
Injustiçado, ele te ajudará a perceber que o perdão rompe a cadeia do mal.
Incompreendido, ele te ajudará a sustentar a paciência.
Toda vez que te sentires em dificuldades emocionais, pensa um pouco mais antes de qualquer atitude impetuosa e recorda que, diante de Pilatos, o silêncio de Jesus representou, para sempre, a vitória do bem imperecível sobre a incompreensão transitória.

André Luiz

Do livro “Decisão”. – Psicografia de Antônio Baduy Filho.

ERROS


Se você cometeu um erro, admita-o claramente.
Não fuja os resultados.
Suporte com humildade os remoques da crítica.
Não acredite que você possa, de imediato, sanar a brecha em torno de seu nome.
Entretanto, não se ponha a chorar, inutilmente, porque esse não é o seu primeiro erro e nem será o último.
Levante a cabeça e recomece.
Demonstre sinceridade no reajuste.
Inicie a tarefa das boas ações, na escala que lhe seja possível, distribuindo parcelas de você e da sua influência, a quantos você possa ser útil, porque toda vibração de agradecimento funciona por material de reparação.
Trabalhe, ajudando sempre, na certeza de que o trabalho honesto, com o tempo, dissolve toda mágoa e apaga toda censura.
Mas não torne a incidir no mesmo erro, porquanto, quem sabe, de antemão, a falta que comete, em verdade não se encontra na armadilha do erro e, sim, está manejando conscientemente a armadilha do mal.


André Luiz

Fonte: Revista Depoimentos

CÂNTICO DAS CRIATURAS

Louvado sejas, meu Senhor Com todas as tuas criaturas. Especialmente o senhor irmão Sol Que clareia o dia E com sua luz nos ilumina E ele é belo e radiante, Com grande esplendor: De ti, Altíssimo, é a imagem.
Louvado sejas, meu Senhor Pela irmã Lua e as Estrelas Que no céu formastes claras E preciosas e belas.
Louvado sejas, meu SenhorPelo irmão Vento. Pelo ar, nubladoOu sereno, e todo o tempo Pelo qual às tuas criaturas dás sustento.
Louvado sejas, meu Senhor Pela irmã Água Que é muito útil e humilde E preciosa e casta.
Louvado sejas, meu Senhor Pelo irmão Fogo Pelo qual iluminas a noite E ele é belo e jovial E vigoroso e forte
Louvado sejas, meu Senhor Por nossa irmã, a mãe Terra Que nos sustenta e governa E produz frutos diversos E coloridas flores e ervas.


São Francisco de Assis

JESUS, A ALEGRIA DOS HOMENS

Ele desceu num raio de luz e veio ensinar por um tempo na terra dos homens tristes. Ele sabia que a estupidez deles não permitiria que assimilassem os seus ensinamentos. Também sabia que as suas palavras seriam distorcidas e corrompidas ao longo dos séculos. Porém, parte de sua ação seria secreta, nos bastidores invisíveis do planeta. Ao descender do Alto para a Terra, Ele riscou os céus de todas as dimensões. Muitas consciências extrafísicas observaram sua descida e se inspiraram em seu exemplo. Se Ele próprio encarnava na Terra para ajudar a humanidade, por que eles também não o fariam? O raio de luz veio cheio de amor e iluminou o mundo com a LUZ das luzes. Mesmo nos planos extrafísicos mais densos a sua descida foi comentada. Espíritos endurecidos no ódio e prisioneiros de antigas magias oriundas da antiga Atlântida foram libertados quando ele desceu. Foram muitos! E o mundo não soube disso. Uma outra humanidade, invisível e estacionada nas cercanias inferiores do planeta, foi resgatada por Ele. Quando Ele ascendeu de volta para os planos celestes, arrastou para cima multidões de espíritos sofredores e libertou-os das cadeias do ódio. Foram muitos! E o mundo não soube disso. O tempo passou e muitos estão despertando para os seus ensinamentos livres da peia religiosa. O mundo ainda não sabe, mas eles estão crescendo e amando em silêncio. Eles são inspirados por Jesus, a alegria dos homens. Eles voam nas asas da Espiritualidade sem dogmas. E eles são muitos!

Wagner D. Borges

ÁGUA DA PAZ


Uma das histórias mais conhecidas a respeito de Chico é a da Água da Paz. Dizem que era muito comum, antes de se iniciarem as sessões no centro espírita Luiz Gonzaga, ocorrerem algumas discussões a respeito de mediunidade, especialmente provocadas por pessoas pouco esclarecidas sobre o assunto. Essa situação começou a provocar certa irritação em Chico, que tentava explicar o que acontecia, mas nem sempre era compreendido.Num dos momentos de irritação, sua mãe apareceu a ele mais uma vez e ensinou-lhe uma forma simples para acabar com essa situação. “Para terminar suas inquietações”, ela falou, “use a Água da Paz”. Chico ficou contente com a solução e começou a procurar o medicamento nas farmácias de Pedro Leopoldo – sem sucesso. Procurou em Belo Horizonte, e nada. Duas semanas depois, ele contou à mãe que não estava encontrando a Água da Paz, ao que ela lhe disse: “Não precisa viajar para procurar. Você pode conseguir o remédio em casa mesmo. Quando alguém lhe provocar irritações, pegue um copo de água do pote, beba um pouco e conserve o resto na boca. Não jogue fora nem engula. Enquanto durar a tentação de responder, deixe-a banhando a língua. Esta é a água da paz”.

Chico entendeu o conselho, percebendo que havia recebido mais uma lição de humildade e silêncio.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2007


OBRA DE ARTE


Quando você nasceu, Deus não rogou uma praga para você ser tímido, distraído ou confuso. Ele lhe proporcionou todas as ferramentas para você completar Sua criação.

Perguntado sobre como era criar uma obra de arte, Michelângelo respondeu:
"Dentro da pedra já existe uma obra de arte. Eu apenas tiro o excesso de mármore!"
Dentro de você já existe uma linda obra de arte, a mais bela do universo.
Seu grande desafio é retirar o excesso de mármore e completá-la.

Nós somos os artistas da nossa criação!
A grande verdade é que você é a pessoa que escolhe ser.
Todos os dias você decide se continua do jeito que é ou muda.
A grande glória do ser humano é poder participar de sua autocriação.

O sucesso é ser feliz.

Roberto Shinyashiki

FORA DE MODA


Se não estivesse tão fora de moda... iria falar de Amor.

Daquele amor sincero, olhos nos olhos, frio no coração, aquela dorzinha gostosa de ter muito medo de perder tudo...
Daqueles momentos que só quem já amou um dia conhece bem...
Daquela vontade de repartir, de conquistar todas as coisas, mas não para retê-las no egoísmo material da posse, mas para doá-las no sentimento nobre de amar.

Se não estivesse tão fora de moda...

Eu iria falar de Sinceridade.
Sabe, aquele negócio antigo de Fidelidade...
Respeito mútuo...e aquelas outras coisas que deixaram de te valor?
Aquela sensação que embriaga mais que a bebida; que é ter, numa pessoa só, a soma de tudo que às vezes procuramos em muitas...
A admiração pelas virtudes e a aceitação dos defeitos, mas, sobretudo, o respeito pela individualidade, que até julgamos nos pertencer, mas que cada um tem o direito de possuir...

Se não estivesse tão fora de moda...

Eu iria falar em Amizade.
Na amizade que deve existir entre duas pessoas que se querem bem...
O apoio, o interesse, a solidariedade de um pelas coisas do outro e vice-versa.
A união além dos sentimentos, a dedicação de compreender para depois gostar...

Se não estivesse tão fora de moda...

Eu iria falar em Família. Sim...Família!
Essa instituição que ultimamente vive a beira da falência, sofrendo contínuas e violentas agressões.
Pai, Mãe, Irmãos, Irmãs, Filhos, Lar...
Aquele bem maior de ter uma comunidade unida, pelos laços sangüíneos e protegidas pelas bênçãos divinas.
Um canto de paz no mundo, o aconchego da morada, a fonte de descanso e a renovação das energias...

E depois, eu iria até, quem sabe, falar sobre algo como... a Felicidade.
Mas é uma pena que a felicidade, como tudo mais, há muito tempo já esteja tão fora de moda e tenha dado seu lugar aos modismos da civilização...
Ainda assim, gostaria que a sua vida fosse repleta dessas questões tão fora de moda e que, sem dúvida, fazem a diferença! Afinal, que mal faz ser um pouquinho “careta.”

(Autor Desconhecido)


PRECE DE CÁRITA


Deus, nosso Pai, que tendes poder e bondade, dai força àquele que passa pela provação, dai luz àquele que procura a verdade, ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.
Deus, dai ao viajor a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o repouso.
Pai, dai ao culpado o arrependimento, ao espírito a verdade, à criança o guia, ao órfão o pai.
Senhor, que a Vossa bondade se estenda sobre tudo que criastes.
Piedade, meu Deus, para aquele que Vos não conhece, esperança para aquele que sofre. Que a Vossa bondade permita aos Espíritos consoladores derramarem por toda a parte a paz, a esperança e a fé.
Deus, um raio de luz, uma centelha do Vosso amor pode iluminar (abrasar) a Terra; deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão, todas as dores acalmar-se-ão; um só coração, um só pensamento, subirão até Vós, como um grito de reconhecimento e amor.
Como Moisés sobre a montanha, nós Vos esperamos com os braços abertos, oh! poder, oh! bondade, oh! beleza, oh! perfeição, e queremos de algum modo alcançar a Vossa misericórdia.
Deus, dai-nos a força de ajudar o progresso a fim de subirmos até Vós; dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão, dai-nos a simplicidade que fará das nossas almas o espelho onde se deve refletir a Vossa imagem.


Sra. W. Krell. Da obra: Anuário Espirita 2002. Ditado pelo Espírito Cárita.


MÁGOA


Síndrome alarmante, de desequilibro, a presença da mágoa faculta a fixação de graves enfermidades físicas e psíquicas no organismo de quem a agasalha.
A mágoa pode ser comparada à ferrugem perniciosa que destrói o metal em que se origina.
Normalmente se instala nos redutos do amor-próprio ferido e paulatinamente se desdobra em seguro processo enfermiço, que termina por vitimar o hospedeiro.
De fácil combate, no início, pode ser expulsa mediante a oração singela e nobre, possuindo, todavia, o recurso de, em habitando os tecidos delicados do sentimento, desdobrar-se em modalidades várias, para sorrateiramente apossar-se de todos os departamentos da emotividade, engedrando cânceres morais irreversíveis. Ao seu lado, instala-se, quase sempre, a aversão, que estimulam o ódio, etapa grave do processo destrutivo.
A mágoa, não obstante desgovernar aquele que a vitaliza, emite verdadeiros dardos morbíficos que atingem outras vítimas incautas, aquelas que se fizeram as causadoras conscientes ou não do seu nascimento.
Borra sórdia, entorpece os canais por onde transita a esperança, impedindo-lhe o ministério consolador.
Hábil, disfarça-se, utilizando-se de argumentos bem urdidos para negar-se ao perdão ou fugir ao dever do esquecimento. Muitas distonias orgânicas são o resultado do veneno da mágoa, que, gerando altas cargas tóxicas sobre a maquinaria mental, produz desequilíbrio no mecanismo psíquico com lamentáveis consequências nos aparelhos circulatório, digestivo, nervoso...
O homem é, sem dúvida, o que vitaliza pelo pensamento. Sua idéias, suas aspirações constituem o campo vibratório no qual transita e em cujas fontes se nutre.
Estiolando os ideais e espalhando infundadas suspeitas, a mágoa consegue isolar o ressentido, impossibilitando a cooperação dos socorros externos, procedentes de outras pessoas.
Caça implacavelmente esses agentes inferiores, que conspiram contra a tua paz. O teu ofensor merece tua compaixão, nunca o teu revide.
Aquele que te persegue sofre desequilibros que ignoras e não é justo que te afundes, com ele, no fosso da sua animosidade.
Seja qual for a dificuldade que te impulsione à mágoa, reage, mediante a renovação de propósitos, não valorizando ofensas nem considerando ofensores.
Através do cultivo de pensamentos salutares, pairarás acima das viciações mentais que agasalham esses miasmas mortíferos que, infelizmente, se alastram pela Terra de hoje, pestilenciais, danosos, aniquiladores.
Incontáveis problemas que culminam em tragédias quotidianas são decorrência da mágoa, que virulenta se firmou, gerando o nefando comércio do sofrimento desnecessário.
Se já registras a modulação da fé raciocinada nos programas da renovação interior, apura aspirações e não te aflijas. Instado às paisagens inferiores, ascendo na direção do bem. Malsinado pela incompreensão, desculpa. Ferido nos melhores brios, perdoa.
Se meditares na transitoriedade do mal e na perenidade do bem, não terás outra opção, além daquela: amar e amar sempre, impedindo que a mágoa estabeleça nas fronteiras da tua vida as balizas da sua província infeliz.
"Quando estiveres orando, se tiverdes alguma coisa contra alguém, perdoai-lhe, para que vosso Pai que está nos Céus, vos perdoe as vossas ofensas". - Marcos: 11-25.
"Não sou feliz! A felicidade não foi feita para mim! exclama geralmente o homem em todas as posições sociais. Isto, meus caros filhos, prova melhor do que todos os raciocínios possíveis, a verdade desta máxima do Eclesiastes: "A felicidade não é deste mundo". - Cap.V - Item 20.


Franco, Divaldo P.. Da obra: Florações Evangélicas.Ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis.


JANELAS NA ALMA


O sentimento e a emoção normalmente se transformam em lentes que coam os acontecimentos, dando-lhes cor e conotação próprias.
De acordo com a estrutura e o momento psicológico, os fatos passam a ter a significação que nem sempre corresponde à realidade.
Quem se utiliza de óculos escuros, mesmo diante da claridade solar, passa a ver o dia com menor intensidade de luz.
Variando a cor das lentes, com tonalidade correspondente desfilarão diante dos olhos as cenas.
Na área do relacionamento humano, também, as ocorrências assumem contornos de acordo com o estado de alma das pessoas envolvidas.
É urgente, portanto, a necessidade de conduzir os sentimentos, de modo a equilibrar os fatos em relação com eles.
Uma atitude sensata é um abrir de janelas na alma, a fim de bem observar os sucessos da vilegiatura humana.
De acordo coma a dimensão e o tipo de abertura, será possível observar a vida e vivê-la de forma agradável, mesmo nos momentos mais difíceis.
Há quem abra janelas na alma para deixar que se externemn as impressões negativas, facultando a usança de lentes escuras, que a tudo sombreiam com o toque pessimista de censura e de reclamação.
*
Coloca, nas tuas janelas, o amor, a bondade, a compaixão, a ternura, a fim de acompanhares o mundo e o seu séquito de ocorrências.
O amor te facultará ampliar o círculo de afetividade, abençoando os teus amigos com a cortesia, os estímulos encorajadores e a tranqüilidade.
A bondade irrigará de esperança os corações ressequidos pelos sofrimentos e as emoções despedaçadas pela aflição que se te acerquem.
O perdão constituirá a tua força revigoradora colocada a benefício do delinqüente, do mau, do alucinado, que te busquem.
A ternura espraiará o perfume reconfortante da tua afabilidade, levantando os caídos e segurando os trôpegos, de modo a impedir-lhes a queda, quando próximos de ti.
As janelas da alma são espaços felizes para que se espraie a luz, e se realize a comunhão com o bem.
*
Colocando os santos óleos da afabilidade nas engrenagens da tua alma, descerrarás as janelas fechadas dos teus sentimentos, e a tua abençoada emoção se alongará, afagando todos aqueles que se aproximem de ti, proporcionando-lhes a amizade pura que se converterá em amor, rico de bondade e de perdão, a proclamarem chegada a hora de ternura entre os homens da Terra.


Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Momentos de Felicidade.Ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis.Salvador, BA: LEAL, 1990.


O ALIMENTO ESPIRITUAL


O professor lutava na escola com um grande problema.
Os alunos começaram a ler muitas histórias de homens maus, de roubos e de crimes e passaram a viver em plena insubordinação.
Queriam imitar aventureiros e malfeitores e, em razão disso, na escola e em casa apresentavam péssimo comportamento.
Alguns pronunciavam palavrões, julgando-se bem-educados, e outros se entregavam a brinquedos de mau gosto, acreditando que assim mostravam superioridade e inteligência.
Esqueciam-se dos bons livros.
Zombavam dos bons conselhos.
O professor, em vista disso, certo dia reuniu todas as classes para a merenda costumeira, apresentando-se uma supresa esquisita.
Os pratos estavam cheios de coisas impróprias, tais como pães envolvidos em lama, doces com batatas podres, pedaços de maçãs com tomates deteriorados e geléias misturadas com fel e pimenta.
Os meninos revoltados gritavam contra o que viam, mas o velho educador pediu silêncio e, tomando a palavra, disse-lhes:
- Meus filhos, se não podemos dispensar o alimento puro a benefício do corpo, precisamos também de alimento sadio para a nossa alma. O pão garante a nossa energia física, mas a leitura é a fonte de nossa vida espiritual. Os maus livros, as reportagens infelizes, as difamações e as aventuras criminosas representam substâncias apodrecidas que nós absorvemos, envenenando a vida mental e prejudicando-nos a conduta. Se gostamos das refeições saborosas que auxiliam a conservação de nossa saúde, procuremos também as páginas que cooperam na defesa de nossa harmonia interior, a fim de nunca fugirmos ao correto procedimento.
Com essa preleção, a hora da merenda foi encerrada.
Os alunos retiraram-se cabisbaixos.
E, pouco a pouco, a vida dos meninos foi sendo retificada, modificando-se para melhor.


Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Pai Nosso.Ditado pelo Espírito Meimei.19a edição. Rio de Janeiro, RJ: FEB, 1999.


PATRIMÔNIO E POSSES


Você acredita em segurança nos termos com que o mundo honra seus adoradores. Por isso, você pode ser forte...
Na bolsa de valores...
Nos títulos bancários...
Nos juros capitalizados...
Na posse de ações industriais...
Nas jóias valiosas...
Na residência confortável...
Nos amigos que o cercam na mesa farta...
Na robustez física...
Na juventude da carne breve...
*
Lembre-se, porém, que na hora da morte - a partida inevitável para todos os seres, através dos caminhos do tempo.
Segurança representa tranqüilidade.
Sem paz interior, não há poder real.
Os bens ficam no mundo.
Juventude e saúde são épocas rápidas da estação dos anos.
*
Só o Bem acompanha o homem além do mundo...
O poderoso na Terra é apenas mordomo de recursos que desaparecem.
Todos os valores pertencem, em última instância, ao Senhor de todas as coisas.
Patrimônio financeiro é problema para o Espírito.
Comodidade física é caminho para a doença da alma.
Aproveite as possibilidades que o tempo faz passar através de suas mãos, antes que escorram para a inutilidade, e utilize esse patrimônio para assegurar sua volta ao Reino, vitoriosamente.

Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Glossário Espírita-Cristão..Ditado pelo Espírito Marco Prisco.4a edição. Salvador, BA: LEAL, 1993.


NO TRATO COM OS OUTROS


"A origem do mal reside no egoísmo e no orgulho; os abusos de toda espécie cessarão quando os homens se regerem pela lei da caridade."Alan Kardec (E.S.E. Cap.XVI ltem X).

Conserve a paciência com aqueles que não aplicam a solicitude no trato com você. Recorde que a enfermidade pode estar a minar-lhes o organismo.
*
Quando alguém admoestá-lo, mesmo injustamente, silencie e desculpe. Deixe, que a vida se encarregará de colocar os pretensiosos em seus devidos lugares.
*
Se a intriga dificultar-lhe os bons propósitos, não lhe confira a honra de sua revolta. Quase sempre o intrigante é colhido nas malhas da rede que tece.
*
Procure entender a explicação deficiente que o amigo lhe dá. Ele não dispõe de melhores recursos de expressão.
*
Quando convidado a opinar em assunto que desconhece, afirme sua ignorância sobre o caso. Melhor é apresentar-se com simplicidade do que informar erradamente.
*
Se o interlocutor, magoado com a força de seu argumento, deixa bruscamente o tema da palestra, cale e desculpe-se. É provável que ele não se encontre preparado para a lógica das argumentações seguras.
*
Insista no auxílio, mesmo que este seja feito com o silêncio de sua intenção superior. O recalcitrante é infeliz pela própria organização nervosa que lhe aciona a vida.
*
Quando constrangido a arbitrar entre discutidores, a melhor posição é a humildade. Cada antagonista conta com a certeza da vitória para a opinião que defende. Passado o calor do debate, exponha com naturalidade seu pensamento.
*
Se a informação solicitada demorar em ser atendida, guarde calma e repita o pedido. Talvez seu interpelado seja surdo.
*
Há comezinhos incidentes no trato com os homens que, evitados, realizam a paz em todos os corações.
Cultive a confiança, na serenidade, e caminhará com segurança, no trato com os outros.


Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Glossário Espírita-Cristão.Ditado pelo Espírito Marco Prisco.4a edição. Salvador, BA: LEAL, 1993.

domingo, 18 de fevereiro de 2007



FILHOS DIFERENTES


Provavelmente, conhecê-lo-ás no mais íntimo da alma: os filhos diferentes. Conseguistes instruir os outros. Encaminhá-los para o bem com facilidade. Mas encontrastes aquele que não se afina com os teus ideais. É um filho que não se erige à altura do padrão doméstico a que te elevastes, ou uma filha que te desmente a esperança.
Quando te observes perante um filho diferente, não te permitas inclinar o coração ao desespero ou à amargura. Ora e pede luz para o entendimento.
O Senhor te fará reconhecer-te à frente do companheiro ou da companheira de outras existências terrestres, que o tempo ocultou e que a Lei te oferece de novo à presença para que a tua obra de amor seja devidamente complementada.
Auxilia-os sempre e, mesmo nos dias em que a saraivada de críticas humanas te assedie a cabeça, conchega-os mais brandamente ao regaço de teu espírito; sem que o verbo humano consiga expressar as sensações de teu amor ou de tua dor, ante um filho diferente, sabes, no imo da alma, que ele significa o mais alto encontro marcado entre a tua presença e a bondade de Deus.


Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Encontro Marcado.Ditado pelo Espírito Emmanuel.2a edição. Rio de Janeiro, RJ: FEB.


ANJOS GUARDIÃES


Os anjos guardiães são embaixadores de Deus, mantendo acesa a chama da fé nos corações e auxiliando os enfraquecidos na luta terrestre.
Quais estrelas formosas, iluminam as noites das almas e atendem-lhes as necessidades com unção e devotamento inigualáveis.
Perseveram ao lado dos seus tutelados em toda circunstância, jamais se impacientando ou os abandonando, mesmo quando eles, em desequilíbrio, vociferam e atiram-se aos despenhadeiros da alucinação.
Vigilantes, utilizam-se de cada ensejo para instruir e educar, orientando com segurança na marcha de ascensão.
Envolvem os pupilos em ternura incomum, mas não anuem com seus erros, admoestando com severidade quando necessário, a fim de lhes criarem hábitos saudáveis e conduta moral correta.
São sábios e evoluídos, encontrando-se em perfeita sintonia com o pensamento divino, que buscam transmitir, de modo que as criaturas se integrem psiquicamente na harmonia geral que vige no Cosmo.
Trabalham infatigavelmente pelo Bem, no qual confiam com absoluta fidelidade, infundindo coragem àqueles que protegem, mantendo a assistência em qualquer circunstância, na glória ou no fracasso, nos momentos de elevação moral e naqueloutros de perturbação e vulgaridade.
Nunca censuram, porque a sua é a missão de edificar as almas no amor, preservando o livre-arbítrio de cada uma, levantando-as após a queda, e permanecendo leais até que alcancem a meta da sua evolução.
Os anjos guardiães são lições vivas de amor, que nunca se cansam, porquanto aplicam milênios do tempo terrestre auxiliando aqueles que lhes são confiados, sem se imporem nem lhes entorpecerem a liberdade de escolha.
Constituem a casta dos Espíritos Nobres que cooperam para o progresso da humanidade e da Terra, trabalhando com afinco para alcançar as metas que anelam.
Cada criatura, no mundo, encontra-se vinculada a um anjo guardião, em quem pode e deve buscar inspiração, auscultando-o e deixando-se por ele conduzir em nome da Consciência Cósmica.
*
Tem cuidado para que te não afastes psiquicamente do teu anjo guardião.
Ele jamais se aparta do seu protegido, mas este, por presunção ou ignorância, rompe os laços de ligação emocional e mental, debandando da rota libertadora.
Quando erres e experimentes a solidão, refaze o passo e busca-o pelo pensamento em oração, partindo de imediato para a ação edificante.
Quando alcances as cumeadas do êxito, recorda-o, feliz com o teu sucesso, no entanto preservando-te do orgulho, dos perigos das facilidades terrestres.
Na enfermidade, procura ouvi-lo interiormente sugerindo-te bom ânimo e equilíbrio.
Na saúde, mantém o intercâmbio, canalizando tuas forças para as atividades enobrecedoras.
Muitas vezes sentirás a tentação de desvairar, mudando de rumo. Mantém-te atento e supera a maléfica inspiração.
O teu anjo guardião não poderá impedir que os Espíritos perturbadores se acerquem de ti, especialmente se atraídos pelos teus pensamentos e atos, em razão do teu passado, ou invejando as tuas realizações... Todavia te induzirão ao amor, a fim de que te eleves e os ajudes, afastando-os do mal em que se comprazem.
O teu anjo guardião é o teu mestre e amigo mais próximo.
Imana-te a ele.
Entre eles, os anjos guardiães e Deus, encontra-se Jesus, o Guia perfeito da humanidade.
Medita nas Suas lições e busca seguir-Lhe as diretrizes, a fim de que o teu anjo guardião te conduza ao aprisco que Jesus levará ao Pai Amoroso.

Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Momentos Enriquecedores.Ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis.Salvador, BA: LEAL, 1994.


CONSELHOS SIMPLES


"A revolução que se apresta é antes moral,do que material."(Alan Kardec, E.S.E., Cap.1 - Item 10.)
Utilize as horas com moderação, realizando cada tarefa por sua vez, sem interrupção.
Trabalho continuado - rendimento vultuoso.
*
Modifique, sem mais tardança, o conceito negativo a respeito de quem você conheceu num momento infeliz.
A opinião má que se renova contribui para a sementeira da fraternidade.
*
Antes que os labores diurnos o surpreendam, realize no leito a comunhão com o Senhor, através da meditação.
O homem mantém a comunicação com o Pai Celeste pelos invisíveis fios do pensamento.
*
Resguarde-se da enfermidade, cultivando a higiene mental.
Mente asseada - corpo equilibrado.
*
Recolha, em cada dificuldade, a mensagem oculta de advertência para a vida.
Obstáculo vencido - aprendizagem inesquecível.
*
Acomode-se ao temperamento alheio, vencendo as imposições do instinto, quando a serviço do auxílio.
Quem relaciona dificuldades não dispõe de tempo para ajudar.
*
Receba o intrujão com delicadeza, expondo-lhe a verdade sem arrogância deliberada.
Todo usurpador se transforma em algoz de si mesmo.
*
Precavenha-se da agressão do ódio, pelo exercício do amor.
A constância no bem imuniza o homem contra o contágio das misérias morais.
*
Aceite o sofrimento como fenômeno natural da experiência evolutiva.
A enfibratura moral consolida-se no fragor das batalhas diárias.
*
Repare a terra submissa e boa, sulcada pelo arado para a dádiva do pão.
Aprenda com ela a lição da humildade e deixe que o Agricultor Compassivo transforme sua vida num seminário de amor para o bem de todos.


Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Glossário Espírita-Cristão.

Ditado pelo Espírito Marco Prisco.4a edição. Salvador, BA: LEAL, 1993.


ALMA E CORPO

Não nos esqueçamos de que o corpo na Terra é o filtro vivo de nossa alma.
Nossos pensamentos expressar-se-ão, segundo os sentimos, tanto quanto nossos atos serão exteriorizados, conforme pensamos.
Todos os processos emocionais do coração atingem o cérebro, de onde se irradiam para o campo das manifestações e das formas.
Sensações e atitudes mais íntimas se nos mostram, invariavelmente, na vida de relação.
A gula produz a deformidade física.
O orgulho estabelece a irritação sistemática.
A vaidade conduz à perturbação.
A cólera dá origem a graves desequilíbrios.
O ciúme leva ao ridículo.
A maldade se transforma em delito.
O desânimo alimenta o caruncho da inutilidade.
A ignorância faz a penúria.
A tristeza improdutiva cria moléstias fantasmas
Os hábitos indesejáveis trazem a antipatia em tormo de quantos a eles se afeiçoam.
A paixão, não raro, conduz à morte.
Cada sentimento emite raios e forças intangíveis que lhe serão característicos.
Cultivemos a bondade, a compreensão e a alegria, porquanto nelas possuímos o manancial das energias de soerguimento e elevação da alma para Deus, nosso Pai e Misericordioso Senhor.
Nem corpo inteiramente mergulhado na Terra, nem espírito integralmente absorvido na contemplação do firmamento.
A árvore produz para o mundo, sustentando a vida, de raízes imersas no solo e de copa florida a espraiar-se em pleno Céu.
Aprendamos com a natureza.
A situação ideal será sempre a do equilíbrio com a vigilância concentrada por dentro. Por isso mesmo há muitos séculos, já nos afirmava a profecia: Guardai com carinho e cuidado o coração por que realmente dele é que procedem as correntes da vida.

Francisco Cândido Xavier. Da obra: Neste Instante.

Ditado pelo Espírito Emmanuel.FEB.

sábado, 17 de fevereiro de 2007


LENÇOL SUJO

Um casal, recém casados, mudou-se para um bairro muito tranquilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:
- Que lençóis sujos ela está pendurando no varal!
Provavelmente está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou calado.

Alguns dias depois, novamente, durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido:
- Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!

E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.

Passado um mês a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis brancos, alvissimamente brancos, sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido:
- Veja ! Ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha ensinou !? Porque , não fui eu que a ensinei.
O marido calmamente respondeu:
- Não, é que hoje eu levantei mais cedo e lavei os vidros da nossa janela!

E assim é.

Tudo depende da janela através da qual observamos os fatos.
Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações.
Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos.
Só assim poderemos ter real noção do real valor de nossos amigos.

Lave sua vidraça.
Abra sua janela.

"Tire primeiro a trave do seu olho, e então verás claramente para tirar o cisco do olho do teu irmão" (Mateus 7:5)

DEUS NÃO VAI TE PERGUNTAR

DEUS não vai te perguntar que tipos de carros você conduzia...
Ele vai te perguntar quantas pessoas sem transporte tu levaste no seu carro...

DEUS não vai te perguntar qual era o tamanho da tua casa...
Ele vai te perguntar quantas pessoas recebeste em sua casa...

DEUS não vai te perguntar quantas roupas tinha no teu guarda roupa...
Ele vai te perguntar quantas pessoas ajudaste a se vestir...

DEUS não vai te perguntar quão alto era o teu salário...
Ele vai te perguntar até que ponto comprometeste o teu caráter para obter este alto salário...

DEUS não vai te perguntar qual era a tua posição, onde trabalhava...
Ele vai te perguntar se conseguistes através da tua capacidade...

DEUS não vai te perguntar quantos amigos tu tinhas...
Ele vai te perguntar foste amigo verdadeiro de quantas pessoas...

DEUS não vai te perguntar em qual vizinhança vivias...
Ele vai te perguntar como você tratava os teus vizinhos...

DEUS não vai te perguntar qual era a cor da tua pele...
Ele vai te perguntar como era o seu verdadeiro caráter...

DEUS não vai te perguntar porque levaste tanto tempo para alcançar a salvação...
Ele com todo seu amor e misericórdia vai te levar para as mansões do paraíso e não para as portas do inferno...

E disse Jesus:
"Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em Mim, e Eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem Mim,nada podeis fazer." (João 15,5)

A CADEIRA


O sacerdote foi chamado para orar por um homem muito enfermo.
Quando o sacerdote entrou no quarto, encontrou o pobre homem na cama com a cabeça apoiada num par de almofadas.
Havia uma cadeira ao lado da cama, fato que levou o sacerdote a pensar que o homem estava aguardando a sua chegada.
- Suponho que estava me esperando? - disse o sacerdote.- Não, quem é você? - respondeu o homem enfermo.
- Sou o sacerdote que a sua filha chamou para orar por você; quando entrei e vi a cadeira vazia ao lado da sua cama, imaginei que você soubesse que eu viria visitá-lo.
- Ah sim, a cadeira! Entre e feche a porta.
Então o homem enfermo lhe disse:- Nunca contei para ninguém, mas passei toda a minha vida sem ter aprendido orar.Não sabia direito como se deve orar.E nunca dei muita importância para a oração. Pensava que Deus estava muito distante de mim.
- Assim sendo, há muito tempo abandonei por completo a idéia de falar com Deus.
Até que um amigo me disse:
“José, orar é muito simples. Orar é conversar com Jesus, e isto eu sugiro que você nunca deixe de fazer... você se senta numa cadeira e...
...coloca outra cadeira vazia na sua frente. Em seguida, com muita fé, você imagina que Jesus está sentado ali, bem diante de você. Afinal Jesus mesmo disse:
- “Eu estarei sempre com vocês”.
- Portanto, você pode falar com Ele e escutá-lo, da mesma maneira como está fazendo comigo agora.
- Pois assim eu procedi e me adaptei à idéia. Desde então, tenho conversado com Jesus durante umas duas horas diárias. Tenho sempre muito cuidado para que a minha filha não me veja... pois me internaria num manicômio imediatamente.
O sacerdote sentiu uma grande emoção ao ouvir aquilo, e disse a José que era muito bom o que estava fazendo e que não deixasse nunca de fazê-lo.
Em seguida orou com ele e foi embora.
Dois dias mais tarde, a filha de José comunicou ao sacerdote que seu pai havia falecido.
O sacerdote então perguntou: - Ele faleceu em paz?
Ele disse que me amava muito e me deu um beijo. Quando eu voltei das compras, uma hora mais tarde, já o encontrei morto. Porém há algo de estranho em relação à sua morte, pois aparentemente, antes de morrer, chegou perto da cadeira que estava ao lado da cama e encostou a cabeça nela. Foi assim que eu o encontrei.Porque será isto? – perguntou a filha.
O sacerdote, profundamente emocionado, enxugou as lágrimas e respondeu:- Ele partiu nos braços do seu melhor amigo...

Maria Mãe Santíssima

Maria Mãe Santíssima
Pedimos-Te a misericórdia. Pedimos-Te concessões de momentos mais férteis de amor, de paz, de compreensão entre as almas. Que Tu possas envolver cada Espírito, cada alma na Sua força, na Sua bondade, na Sua imensa misericórdia. Que, através das notas soantes da Ave Maria, possamos Te rogar a paz a estes Espíritos que aqui estão, o entendimento, a abnegação destas almas que se dispõem a se doar em benefícios, em atendimentos a tantos sofrimentos. Que a Tua imagem, Mãe Santíssima, possa surgir e evoluir diante de cada criatura, trazendo a mensuração certa de cada momento vivido e a intenção de uma recuperação a todos que sofrem e que estão aturdidos em corpo e em mente. Mãe amada, venha a nós em todos os instantes, participe conosco destes momentos que nos trazem angústias e sofrimentos. Auxilia, ampara, engrandece cada criatura, dentro das suas disposições eternas e colabora a cada dia, a cada instante, para que se tornem todos os Espíritos maleáveis no amor e na compreensão. Que possas, Mãe, estar conosco a todos os instantes. (Emmanuel)

Página no Facebook

SALMO 23

SALMO 23
.O Sєทнσr é σ мєυ ραsτσr, ทα∂α мє ƒαℓταrá. ∂єiταr-мє ƒαʑ єм vєr∂єs ραsτσs, gυiα-мє мαทsαмєทτє às ágυαs τrαทqυiℓαs; rєƒrigєrα α мiทнα αℓмα, gυiα-мє ρєℓαs vєrє∂αs ∂α נυsτiçα ρσr αмσr ∂σ sєυ ทσмє, αiท∂α qυє єυ αท∂αssє ρєℓσ vαℓє ∂α sσмвrα ∂α мσrτє ทãσ τємєriα мαℓ αℓgυм, ρσrqυє τυ єsτás cσмigσ, α τυα vαrα є σ τєυ cαנα∂σ мє cσทsσℓαм; ρrєραrαs υмα мєsα ρєrαทτє мiм ทα ρrєsєทçα ∂σs мєυs iทiмigσs, υทgєs α мiทнα cαвєçα cσм óℓєσ, σ мєυ cáℓicє τrαทsвσr∂α; cєrταмєทτє qυє α вσท∂α∂є є α мisєricór∂iα мє sєgυirãσ τσ∂σs σs ∂iαs ∂є мiทнα vi∂α, є нαвiταrєi ทα cαsα ∂σ sєทнσr ρσr ℓσทgσs ∂iαs. qυє αssiм sєנα..

VISITAS

web counter free